À comunidade, em forma de arte

Dimas 1

Chico Alves

As paredes e muros de Curitiba conhecem bem o trabalho de Claudio Celestino Dimas. Há vários anos, o artista plástico se dedica a colorir o ambiente urbano com seus grafites e suas criações que sempre pareceram combinar muito bem com a cidade. “Tive contato com a cultura urbana muito cedo, criança mesmo, por causa do skateboard. Daí conheci o punk, o rap… Então o grafite. Eu já fotografava e ilustrava, a cidade sempre esteve de alguma forma nos temas, foi muito natural”, explica.

Ele encara suas obras como um serviço à comunidade. Adora lembrar os comentários de alguns passantes.  “Olha, não entendo nada de arte mas reconheço que isso aí é arte”, disse um deles. Outros comentaram que se sentem bem diante das obras. “Isso é o principal pra mim, fazer uma diferença positiva”.

Dimas 2

Dimas não sabe exatamente por que buscou essas formas de expressão, mas se sente responsável pelo espaço urbano. “Sou engajado em outras frentes de ação comunitária, sou ciclo ativista, parceiro de um clube cultural e dj de um projeto que envolve música afro que é a origem de quase tudo”, conta ele. Perdeu a conta de quantos muros e paredes pintou por Curitiba, mas oficialmente tem dois enormes murais autorais, outros dois em parceria e mais dois como produtor.

Ao contrário de muitos grafiteiros, Dimas  nunca teve problemas com a polícia e até recebeu o título de cidadão honorário da cidade.

No início, grafitava como uma resposta ao caos da cidade, às injustiças, preconceitos, desigualdades. “Tenho a ideia de que podemos exercer algum poder sobre nosso espaço e nossas vidas. Parafraseando um amigo “se eu quero uma árvore em frente à minha casa, não preciso pedir e esperar pela prefeitura, eu mesmo vou e planto” acho que isso ilustra bem o propósito”. Depois, o trabalho passou a sr influenciado por questões mais subjetivas, espiritualidade.

Dimas 3

Agora, Dimas faz o caminho inverso e tem ficado mais entre paredes. “Estou bastante focado na produção de atelier, com três exposições agendadas. Tenho mais um mural monumental pra fazer e planos de ampliar as referências e a difusão da obra. Os dois filhos já estão um pouco crescidos e já posso alçar vôos maiores daqui pra frente”.

 

UM POUCO MAIS DO TRABALHO DE CELESTINO DIMAS

Dimas 4

Dimas 5

Dimas 6

Dimas 7

Dimas 8

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *